Início » Aleitamento Materno » Saúde oral dos bêbes e das crianças

Saúde oral dos bêbes e das crianças

Falta pouco para o 13° Congresso Paulista de Pediatria e como todos já sabem, um dos os objetivos do evento é ser um espaço de atualização científica e troca de experiências entre as mais variadas especificidades da Pediatria.

Por isso, neste blog, divulga-se uma prévia de todos os assuntos que serão tratados nos cursos, nas conferências, nas mesas-redondas etc. Uma vez que to

photo credit: Julie70 via photopin cc

photo credit: Julie70 via photopin cc

da programação científica foi pensada para sanar dúvidas e ambientar os pediatras em várias especificidades da Pediatria.

No entanto, sabemos que as áreas, mesmo as mais específicas, não são completamente independentes uma das outras. Na hora de  realizar o diagnóstico ou tratamento é preciso a análise de vários aspectos do paciente, o que torna o conhecimento multidisciplinar fundamental para o Pediatra.

Pensando nisso, o curso “Odontopediatria para o Pediatra”  busca reunir profissionais  de Odontopediatria, Fonoaudiologia, Nutrição e Otorrinolaringologia para oferecer um conhecimento mais abrangente e completo sobre a Promoção de Saúde Oral em bebês e crianças e prepará-lo para esclarecer as principais dúvidas das mães sobre a Odontologia na primeira infância.

A coordenadora Lúcia Coutinho Porto dividiu o curso em quatro estações, sendo cada uma acompanha por três profissionais que abordarão as formas de prevenção, hábitos, oclusão e respiração oral.

O curso busca a interdisciplinaridade de outros departamentos como aleitamento materno que possui grande importância no desenvolvimento da saúde bucal. Abaixo a Dra. Adriana Mazonni que irá ministrar no curso fala sobre a relação entre as duas áreas.

#Confira, deixe suas dúvidas, experiências e sugestões.

Para saber mais ou se inscrever no curso, clique aqui.

Aleitamento Materno – Ponto de vista da Saúde Oral

Relatora: Dra. Adriana Mazzoni
Odontopediatra e membro do Grupo de Trabalho “Saúde Oral” da SPSP

A amamentação é a melhor experiência para a mãe e o bebê, com benefícios para a saúde física e mental de ambos. Toda a percepção e comunicação do bebê começa pela boca: o tato, o paladar, a temperatura, o olfato, a sensibilidade profunda através da deglutição.

O neonato apresenta a mandíbula em relação distal com referência à maxila – sendo em média menor para o sexo feminino – e com os movimentos de sucção, a mandíbula se desenvolve até atingir a oclusão em equilíbrio.

A cavidade bucal cumpre o papel de alimentar. Do ponto de vista morfológico também de lábios, vilosidades, concavidade palatina (pouca profundidade) e do auxílio da musculatura.

Durante a amamentação no peito, os bebês fazem até 3.500 movimentos de sucção.

Durante o processo de aleitamento materno deve ocorrer perfeita sincronia entre fluxo de leite e velocidade de sucção, que determina o momento exato da deglutição, das pausas respiratórias e também da força muscular exercida. Com estes movimentos constantes e diários, as arcadas se desenvolvem harmoniosamente, assim como os músculos orofaciais, constituindo a estrutura correta que, através da maturação do sistema nervoso central, permite que novas funções se desenvolvam, como, por exemplo, a respiração nasal correta se o nariz estiver obstruído, e começam os primeiros movimentos de mastigação.

A melhor posição para o aleitamento materno é aquela em que o bebê fica ligeiramente sentado, encostado ao corpo da mãe, a barriga do bebê na barriga da mãe, e a cabeça da nutriz fica apoiada próxima à dobra do cotovelo da mãe, a boca de frente para o bico do peito, com o bebê mamando nos dois peitos. Essa posição favorecerá o desenvolvimento de lateralidade e uma futura simetria facial e corporal, além do vínculo de amor mãe-bebê. Quanto maior o tempo de aleitamento materno, menor a frequência de hábitos de sucção persistentes.

Para o Grupo de Saúde Oral da SPSP, a amamentação representa o fator inicial para um perfeito equilíbrio neuromuscular dos tecidos que envolvem o aparelho mastigatório. Também favorece o crescimento e desenvolvimento orofacial, reforça o circuito neurofisiológico da respiração, com consequente desenvolvimento harmonioso da face e estruturas adjacentes, além de auxiliar o desenvolvimento da lateralidade, ajudando a formar a correta simetria estrutural. O aleitamento materno diminui o risco de cáries, além das características nutricionais, imunológicas e psicológicas.

 

Texto original publicado no Boletim “Pediatra Informe-se” Ano XXVII • Número 160 • Novembro/Dezembro de 2011


O que você achou? deixe suas dúvidas, ou comentários!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Mais artigos

1° dia do Congresso Paulista de Pediatria 13° congresso Paulista de Pediatria; desconto congresso Adolescente Adolescência Adriana Mazzoni Aleitamento Materno atendimento ao adolescente banco de leite BLH Cirurgia pediátricia Conferências conferências congresso congresso congresso paulista congresso paulista de pediatria Congresso Paulista Pediatria Congressos SP 2013 crise curso de pressão arterial curso de transporte de recém-nascido curso pré-congresso pediatria curso sobre acções cirúgicas Cursos Pré-congresso Departamento de Saúde Mental da SPSP dificuldades na cirurgia doenças em crianças doenças graves em recém-nascido Dra. Lucia Bricks Eliana Guidoni Evento SPSP ferreira Fotos congresso Gripe Gripe Suína HAS na Criança hipertensão Influenza A inscri inscrições para o congresso paulista de pediatria Livros SPSP Lucia Coutinho medida de pressão Medida de pressão arterial na infância Miram Silveira morte por influenza nefrologia Neonatal neonatologia Novas Publicações Odontopediatria paulista pediatria 2013; desconto Pediatria ponto e contraponto Pressão arterial em criança recém-nascido Recém-nascido; colóquios; congresso; sinais de risco recém-nascido de muito alto risco rede internacional de leite Saúde Mental saúde mental dos recém-nascidos Saúde Oral Saúde Oral da Criança e do Adolescente Segurança Infantil Sinais de alerta em recém-nascido sinais de doenças em crianças São Paulo Série Atualizações Pediátricas TDAH teste do coraçãozinho teste neonatal Transporte do Recém-nascido tubo Vacina Influenza vada valva
%d bloggers like this: